Instagram

Quais São Os Tipos E Para Que Servem Os Gases Medicinais? Descubra Agora!

Quais São Os Tipos E Para Que Servem Os Gases Medicinais? Descubra Agora!

Por: Engethink - 07 de Setembro de 2019

Leia sobre

Gases Medicinais – Os sistemas de suprimento de gases medicinais em hospitais e outras instalações de saúde são utilizados para fornecer gases especializados e misturas de gases a várias partes da instalação. Os produtos manipulados por esses sistemas geralmente incluem:

  •         Oxigênio medicinal
  •         Ar medicinal
  •         Óxido nitroso
  •         Azoto
  •         Dióxido de carbono
  •         Vácuo médico

Os sistemas de gases medicinais geralmente precisam ser monitorados por alarme no ponto de suprimento para pressão anormal (alta ou baixa) de gás em áreas como enfermaria, salas de operações, unidades de terapia intensiva, salas de recuperação ou grandes salas de tratamento. O equipamento é conectado ao sistema de tubulação dos gases

As tubulações e cilindros de gases medicinais geralmente são pintados por cores para identificar seu fluido, mas como os sistemas e requisitos de codificação (como os de gás engarrafado) variam de acordo com a jurisdição, o texto ou a etiqueta são o guia mais confiável para o conteúdo. Válvulas de fechamento de emergência, ou válvulas de zona, são freqüentemente instaladas para impedir o fluxo de gás para uma área em caso de incêndio ou vazamento substancial, bem como para manutenção. As válvulas podem ser posicionadas na entrada dos departamentos, com acesso via janelas de emergência.

Imagem de Engethink 

Quais são os gases medicinais?

Imagem de Engethink

 

Oxigênio medicinal  

oxigênio medicinal é uma forma altamente purificada de oxigênio que é usado para tratar pacientes com uma variedade de condições médicas. É utilizado em hospitais, clínicas, centros cirúrgicos e ambulatórios para ajudar a aumentar a concentração de oxigênio no sangue de pacientes com problemas respiratórios ou outras condições que afetam a capacidade do corpo de transportar oxigênio.

O oxigênio medicinal é obtido a partir do ar atmosférico através de um processo de destilação, filtração e compressão, a fim de remover outros gases e impurezas. O resultado é um gás altamente concentrado, com um mínimo de 99% de oxigênio puro.

O oxigênio medicinal é fornecido em cilindros de aço ou alumínio que variam em tamanho de pequenos cilindros portáteis para uso doméstico até grandes cilindros para uso hospitalar. Eles são projetados para serem facilmente transportados e armazenados, e têm uma variedade de acessórios, como reguladores de fluxo e máscaras de oxigênio, que são usados para administrar o gás ao paciente.

Existem vários usos para o oxigênio medicinal, incluindo o tratamento de pacientes com insuficiência respiratória, doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), insuficiência cardíaca congestiva, enfisema e outras condições pulmonares. Também é usado para tratar pacientes com hipoxemia (baixo nível de oxigênio no sangue), que pode ser causada por uma variedade de condições, incluindo trauma, doença pulmonar, doença cardíaca e infecções respiratórias.

No entanto, o uso de oxigênio medicinal não é isento de riscos. Se administrado em concentrações muito altas, o oxigênio pode ser tóxico e causar danos aos pulmões e outros órgãos. Além disso, o uso prolongado de oxigênio medicinal pode levar a dependência e diminuição da capacidade pulmonar.

Portanto, é importante que o uso do oxigênio medicinal seja cuidadosamente monitorado e regulado por profissionais médicos treinados. Eles são responsáveis por avaliar a condição do paciente, determinar a dose apropriada de oxigênio e monitorar os níveis de oxigênio no sangue do paciente para garantir a eficácia e segurança do tratamento.

Em resumo, o oxigênio medicinal é um tratamento vital e necessário para muitos pacientes com problemas respiratórios e outras condições médicas. Sua pureza e segurança garantem que ele continue a ser um tratamento eficaz para aqueles que precisam de ajuda para respirar melhor. 

Ar medicinal     

O ar medicinal é o ar comprimido fornecido por um compressor de ar especial , através de um secador (a fim de manter os níveis corretos de ponto de orvalho), e distribuído às áreas de atendimento ao paciente por meio de um tubo de cobre rígido e também usam válvula esfera de isolamento para operar o serviços de ar comprimido. É também chamado de ar medicinal. Em instalações menores, o ar medicinal também pode ser fornecido através de cilindros de alta pressão. 

O ar medicinal é fornecido em cilindros de aço ou alumínio, que variam em tamanho, desde pequenos cilindros portáteis até grandes cilindros para uso hospitalar. Ele é projetado para ser facilmente transportado e armazenado e tem uma variedade de acessórios, como reguladores de fluxo e máscaras, que são usados para administrar o ar ao paciente.

O ar medicinal é usado em uma variedade de ambientes médicos, incluindo hospitais, clínicas, unidades de cuidados intensivos, centros cirúrgicos e ambulatórios.

Além disso, o ar medicinal é usado em aparelhos de suporte respiratório, como ventiladores e máquinas de anestesia, para fornecer uma fonte limpa e segura de ar respirável para os pacientes durante os procedimentos cirúrgicos e outros tratamentos médicos.

O ar medicinal é altamente purificado para atender aos requisitos rigorosos de qualidade e segurança. Ele é testado regularmente para garantir que esteja livre de impurezas, contaminantes e partículas que possam ser prejudiciais à saúde. Isso garante que ele seja uma fonte segura e confiável de ar respirável para pacientes e profissionais de saúde.

No entanto, assim como com qualquer tratamento médico, o uso de ar medicinal não é isento de riscos. O ar comprimido pode ser perigoso se não for manuseado corretamente, e o uso prolongado de ventiladores e outras máquinas de suporte respiratório pode levar a danos pulmonares e outros problemas de saúde.

Por isso, é importante que o uso do ar medicinal seja cuidadosamente monitorado e regulado por profissionais médicos treinados. Eles são responsáveis por avaliar a condição do paciente, determinar a dose apropriada de ar medicinal e monitorar a qualidade do ar para garantir a eficácia e segurança do tratamento.

Em resumo, o ar medicinal é uma fonte altamente purificada de ar respirável que é usada em ambientes médicos para ajudar pacientes com problemas respiratórios. Seu alto grau de pureza e segurança garantem que ele continue sendo um tratamento eficaz e essencial para muitos pacientes em todo o mundo.

Óxido nitroso

O óxido nitroso medicinal, também conhecido como gás hilariante, é um gás incolor e não inflamável que tem sido usado na medicina há mais de um século. É uma mistura de óxido nitroso e oxigênio, que é administrada por inalação para aliviar a dor e a ansiedade em procedimentos médicos e odontológicos.

O óxido nitroso medicinal é obtido a partir de uma mistura de óxido nitroso e oxigênio, que é armazenada em cilindros de aço ou alumínio para uso médico. Ele é administrado por meio de um sistema de distribuição que inclui uma máscara facial ou um tubo de inalação nasal.

Quando inalado, o óxido nitroso age como um analgésico e ansiolítico leve, ajudando a reduzir a dor e a ansiedade associadas a procedimentos médicos e odontológicos. Ele não faz o paciente dormir, mas pode deixá-lo sonolento e relaxado.

O óxido nitroso medicinal é amplamente utilizado em procedimentos odontológicos, como extrações dentárias e tratamentos de canal, bem como em procedimentos médicos menores, como suturas e reduções de fraturas ósseas. Ele também é usado como uma opção de alívio da dor durante o parto.

O óxido nitroso medicinal é considerado seguro quando administrado por profissionais de saúde treinados e em doses adequadas. No entanto, como com qualquer medicamento, existem riscos e possíveis efeitos colaterais associados ao seu uso, como náusea, vômito, vertigem, fadiga e dor de cabeça.

Além disso, o óxido nitroso medicinal pode ser perigoso em altas concentrações ou se administrado inadequadamente. É importante que o uso do óxido nitroso seja monitorado e regulado por profissionais de saúde treinados para garantir a segurança do paciente.

Em resumo, o óxido nitroso medicinal é um gás incolor e não inflamável que é usado como um analgésico e ansiolítico leve em procedimentos médicos e odontológicos. Sua eficácia em aliviar a dor e a ansiedade associadas a esses procedimentos o torna uma opção popular para muitos pacientes. No entanto, é importante que seu uso seja cuidadosamente monitorado e regulado por profissionais de saúde treinados para garantir a segurança do paciente.

Nitrogênio      

O nitrogênio é normalmente usado para alimentar equipamentos cirúrgicos pneumáticos durante vários procedimentos e é fornecido por cilindros de alta pressão. As pressões variam em torno de 1,2 MPa (170 psi) para vários locais.

O nitrogênio no estado liquido pode ter várias aplicações em hospitais, principalmente como gás criogênico para congelar e armazenar amostras biológicas, células e tecidos em bancos de sangue e em laboratórios de análises clínicas. Além disso, o nitrogênio também é usado na fabricação de medicamentos e na preservação de produtos farmacêuticos.

O nitrogênio líquido é amplamente utilizado em laboratórios de pesquisa e análises clínicas para congelar e armazenar amostras biológicas, como sêmen, ovos, embriões e células-tronco. Ele é usado em criobancos para garantir a preservação dessas amostras por longos períodos de tempo, permitindo estudos e pesquisas em longo prazo.

O nitrogênio também é usado para preservar produtos farmacêuticos, especialmente aqueles que precisam ser mantidos em temperaturas abaixo de zero para garantir sua estabilidade e eficácia. Por exemplo, muitas vacinas e medicamentos biológicos são armazenados em nitrogênio líquido para garantir sua eficácia e prolongar sua vida útil.

Além disso, o nitrogênio é usado na fabricação de medicamentos, especialmente aqueles que contêm compostos orgânicos sensíveis ao oxigênio e à umidade. O nitrogênio é usado para proteger esses compostos durante a produção e o armazenamento, garantindo sua pureza e estabilidade.

O nitrogênio também pode ser utilizado em procedimentos médicos específicos, como na crioablação, uma técnica de tratamento de tumores em que o nitrogênio líquido é usado para congelar e destruir as células cancerosas.

Em resumo, o nitrogênio tem várias aplicações em hospitais, principalmente como gás criogênico para congelar e armazenar amostras biológicas, células e tecidos em bancos de sangue e em laboratórios de análises clínicas. Ele também é usado na fabricação de medicamentos e na preservação de produtos farmacêuticos, além de ter aplicações em procedimentos médicos específicos.

Ar de instrumento / ar cirúrgico           

Como o nitrogênio, o ar do instrumento é usado para alimentar o equipamento cirúrgico. No entanto, é gerado no local por um compressor de ar (semelhante a um compressor de ar medicinal) em vez de cilindros de alta pressão. Os primeiros compressores de ar não podiam oferecer a pureza necessária para conduzir o equipamento cirúrgico. No entanto, isso mudou e o ar dos instrumentos está se tornando uma alternativa popular ao nitrogênio. Assim como o nitrogênio, as pressões variam em torno de 1,2 MPa (170 psi).

Dióxido de carbono    

O dióxido de carbono é normalmente usado para insuflação durante a cirurgia e também usado em cirurgias a laser. As pressões do sistema são mantidas a cerca de 345 kPa (50,0 psi), 4 bar (400 kPa; 58 psi). Também é usado para certos distúrbios respiratórios.  

Vácuo médico  

O vácuo médico é um sistema utilizado em hospitais para fornecer sucção em várias aplicações médicas, como em cirurgias, procedimentos de aspiração e limpeza de feridas. O vácuo médico é gerado por meio de um sistema de tubulações e equipamentos especializados, que são instalados nas áreas onde é necessário fornecer sucção.

A sucção é um componente importante em muitos procedimentos cirúrgicos, pois permite que o cirurgião mantenha o campo cirúrgico limpo e seco, removendo o sangue e outros fluidos corporais durante o procedimento. Além disso, a sucção também é usada em procedimentos de aspiração de secreções, como em pacientes com dificuldade de expectoração ou em terapia intensiva.

O sistema de vácuo médico é composto por uma bomba de vácuo, que gera o vácuo e é responsável por aspirar o ar e quaisquer fluidos ou substâncias no sistema, um filtro para reter partículas e substâncias nocivas, e uma rede de tubulações e equipamentos de sucção que transportam o vácuo para os locais de uso.

O vácuo médico deve ser mantido em um nível adequado para garantir sua eficácia e segurança, pois o uso de vácuo excessivo pode causar danos aos tecidos e órgãos, enquanto o vácuo insuficiente pode comprometer a eficácia do procedimento. Portanto, o sistema de vácuo médico deve ser calibrado e testado regularmente para garantir que esteja operando corretamente e que esteja de acordo com as normas e regulamentações aplicáveis.

Em resumo, o vácuo médico é um sistema importante em hospitais, permitindo a sucção de fluidos e substâncias em procedimentos cirúrgicos, de aspiração e de limpeza de feridas. O sistema é composto por uma bomba de vácuo, um filtro e uma rede de tubulações e equipamentos de sucção, e deve ser mantido em um nível adequado para garantir sua eficácia e segurança.

Eliminação de gases anestésicos usados / sistema de eliminação de gases anestésicos            

O descarte de gás anestésico residual, ou sistema de eliminação de gás anestésico, é usado nos procedimentos de evacuação da anestesia hospitalar . Embora seja semelhante a um sistema de vácuo médico, alguns códigos de construção exigem que os gases anestésicos sejam eliminados separadamente. Os sistemas de limpeza não precisam ser tão poderosos quanto os sistemas de vácuo médico e podem ser mantidos em torno de -50 a -65 kPa (-380 a -490 mmHg; -15 a -19 inHg).

Misturas de gases medicinais

Existem muitas misturas de gases usadas para aplicações clínicas e médicas. Eles são freqüentemente usados para diagnóstico de pacientes, como testes de função pulmonar ou análise de gases no sangue. Os gases de teste também são usados para calibrar e manter os dispositivos médicos usados para a liberação de gases anestésicos. Em laboratórios, as aplicações de crescimento da cultura incluem atmosferas controladas de incubadora aeróbica ou anaeróbica para cultura celular biológica ou crescimento de tecidos. Condições aeróbicas controladas são criadas usando misturas ricas em oxigênio e condições anaeróbicas são criadas usando misturas ricas em hidrogênio ou dióxido de carbono. A pressão de alimentação é de 4 bar (400 kPa; 58 psi).

Imagem de Engethink