Instagram

O Projeto De Gás Natural E Suas Complexidades

O Projeto De Gás Natural E Suas Complexidades

Por: Engethink - 06 de Julho de 2020

Leia sobre

A necessidade de um projeto de gás natural pode surgir em residências, empresas, hospitais, condomínios e quaisquer outros locais nos quais o suprimento é utilizado. Entretanto, para desempenhá-lo com total segurança e eficiência, vale lembrar da importância de contar com uma empresa especializada no assunto. É de um bom projeto que vai resultar uma instalação mais rápida segura e com o melhor custo X benefício.

O projeto de gás natural deve seguir a algumas diretrizes e normas. Afinal, trata-se de um combustível, capaz de causar reações, combustões e explosões, em caso de vazamento, por exemplo. Entretanto, respeitar os distanciamentos e os tipos de materiais, soldas e acoplamentos indicados é uma forma inteligente de garantir o bom funcionamento do sistema.

Se você deseja entender melhor como funciona o projeto de gás natural e quais os critérios de segurança que vai precisar seguir, acompanhe nosso artigo de hoje.

PRECISA DE UM PROJETO DE GÁS NATURAL- FALE COM A ENGETHINK!

O que é e para que serve o gás natural?

O gás natural pode ser definido como um combustível fóssil, que costuma ser encontrado em certas jazidas subterrâneas, normalmente próximas a fontes de petróleo, já que ambas as substâncias requerem o mesmo tipo de terreno para se acumularem na natureza. Sua formação resultou de um processo de milhares de anos de decomposição de matéria orgânica. Por apresentar alto teor energético, o gás natural é extraído da natureza para ser empregado como gerador de energia em indústrias, sistemas de aquecimento, apartamentos, e até mesmo como combustível em alguns automóveis adaptados para recebê-lo.

Como o gás natural é extraído da natureza?

Para trazer o gás natural das camadas subterrâneas até a superfície da terra, utilizam-se dutos específicos. A pressão natural da jazida costuma ser suficiente para que o gás flua por meio da tubulação, até chegar aos sistemas de fornecimento direto aos consumidores. Vale observar que cada tipo de utilização demanda o uso de certos materiais e cuidados.

Quais critérios devem ser observados na elaboração de um projeto de gás natural?

Imagem de Engethink

Como dissemos, o projeto de gás natural precisa seguir a certos critérios e normas, de modo a estar apto a funcionar com eficiência e segurança. A qualidade no fornecimento não deve ser negligenciada, ao mesmo tempo que a segurança do usuário precisa ser considerada como item de grande peso na elaboração do projeto. Listamos abaixo alguns dos principais critérios:

Normas técnicas

A instalação do projeto de gás natural precisa seguir a algumas normas técnicas. Um bom exemplo é NBR 15526/13, que versa sobre a pressão necessária e a pressão máxima permitida em sistemas de instalações residenciais. A NBR 15923/11 trata da inspeção da rede de distribuição interna de gases.

Podemos citar ainda a NBR 13523/08, que regulamenta mais especificamente as centrais de GLP (também um gás combustível). Vale lembrar que seguir a essas normas é obrigatoriedade da empresa que vai elaborar e instalar o projeto de gás natural, seja ele destinado a residência ou empresa.

Especificação de material

Um sistema de gás natural, além dos dutos que trazem a substância à superfície, precisa contar com uma série de outros componentes. São válvulas, manômetros, conexões, reguladores de pressão… No projeto, todo o descritivo de tais itens, bem como as quantidades necessárias precisam constar.

Dimensionamento

Também existem normas que regulamentam o dimensionamento das centrais de distribuição de gás natural. Para cada modelo de aplicação, é necessário seguir a especificações previamente estabelecidas de pressão e vazão, por exemplo. Trata-se de uma questão essencial para a segurança do sistema, que você precisa levar em conta na hora de realizar o projeto.

Distribuição

Um projeto não consiste na canalização do gás diretamente a um consumidor, mas sim em uma rede de distribuição. Seja em condomínios ou empresas, utiliza-se o gás natural como combustível para funcionamento de diversos equipamentos ou mesmo direcionado a aquecedores alocados em pontos distintos. Sendo assim, é preciso elaborar um planejamento de como você vai realizar essa distribuição, respeitando sempre aos itens que citamos acima.

Teste de estanqueidade

Para entendermos a necessidade desse teste, basta pensarmos em um exemplo bem simples do nosso dia a dia. Em residências que utilizam gás de botijão, a cada vez que este é substituído, é importante colocar uma quantidade de sabão onde a mangueira é acoplada para verificar se não há vazamentos. Para um sistema de distribuição de gás natural, embora a proporção seja muito maior, testes também se fazem necessários.

Vale ressaltar a gravidade de um vazamento de gás que não é identificado. Tais eventos podem causar acidentes gravíssimos se você não buscar uma solução rapidamente, e é praticamente impossível detectá-los sem um teste de estanqueidade. Além disso, trata-se de uma obrigação legal.

 

Como é elaborado o projeto de gás natural?

A elaboração de um projeto de gás natural deve seguir um passo a passo básico, fundamental para que, quando você colocá-lo em prática, não falte nenhuma informação importante. O primeiro passo consiste na avaliação geral das necessidades. Entretanto, um item de fundamental importância é observar a entrada principal do gás no estabelecimento, para projetá-la com precisão.

Assim, após avaliar todo o espaço físico e as necessidades do local, a empresa responsável pelo projeto vai elaborar uma proposta comercial, na qual todos os detalhes estarão especificados, juntamente com os investimentos necessários. Aqui, também o documento vai considerar toda a lista dos materiais para a instalação do sistema.

Mas lembre-se de que a sua relação com a empresa responsável pelo projeto não termina ao fim da instalação. Algumas empresas oferecem planos de manutenção preventiva e testes periódicos, e contratá-los é uma forma inteligente de garantir o bom funcionamento do seu sistema.

Por que você precisa de um projeto de gás natural?

Pode ser que você ainda se pergunte se o projeto é realmente necessário para ter acesso a um sistema de gás natural. A resposta é: SIM. Você PRECISA do projeto!!! Como citamos acima, trata-se de uma obrigação legal. Se uma fiscalização for até o seu local e constatar que o seu sistema não tem a documentação necessária, você estará sujeito às sanções determinadas por lei.

Caso ocorra algum acidente, as consequências podem ser ainda piores, uma vez que a área precisará passar por perícia. A falta de qualquer documento como o projeto (ou mesmo o teste de estanqueidade atualizado) pode fazer com que você seja considerado negligente e, portanto, responsável pelo ocorrido. Vale lembrar que manter a documentação e os testes em dia não elimina totalmente a possibilidade de alguma ocorrência, mas reduz drasticamente esses riscos. E ainda que algo ocorra, o fato de estar legalizado, isenta você de ser considerado responsável.

Além disso, contar com o projeto é uma forma de zelar pela saúde e integridade de todos os usuários. Lembre-se de que, um sistema que se instalou sem nenhuma análise profissional ou documentação prévia apresenta mais riscos de vazamentos (que podem resultar em explosões ou asfixia). Isso significa que todos os presentes estão em risco. Portanto, o projeto também significa que você se importa e cuida das pessoas.

Quem pode elaborar o projeto de gás natural?

O profissional responsável por esse tipo de trabalho é o engenheiro. Pode ser que você encontre algum autônomo disposto a fazê-lo, mas o melhor é contratar uma empresa de engenharia especializada. Isso porque esse tipo de instituição conta com uma vasta gama de profissionais que, juntos, farão o melhor para que o seu sistema funcione de forma segura e eficaz.

Além disso, é muito mais cômodo e seguro contar com as mesmas pessoas para o maior número de etapas possíveis, não é mesmo? Para você ter uma ideia, uma equipe nesses moldes consegue elaborar o seu projeto, fazer a instalação (entregando-a pronta para uso, com o teste de estanqueidade, inclusive), proceder com as manutenções periódicas e algumas ainda oferecem serviço de assistência técnica, para o qual você pode ligar caso suspeite de algum problema.

Como escolher uma empresa para elaboração do projeto de gás natural?

A escolha da empresa para elaboração do seu projeto de gás natural será fator decisivo para o bom funcionamento do sistema. Assim, ela deve ser feita com muita cautela. Os pontos principais a serem observados são as referências, a experiência e a qualidade dos profissionais envolvidos.

Também, verifique se a instituição em questão tem registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) da sua região e se há pelo menos um engenheiro responsável no quadro de funcionários (o fato de ter o registro não garante essa premissa).

Além disso, é importante não basear-se somente no preço. A opção mais barata pode esconder um serviço que deixa muito à desejar, enquanto a mais cara nem sempre será sinônimo da melhor qualidade. É claro que o valor não pode ser abusivo e precisa estar dentro das suas possibilidades, mas é importante ficar atento a essas discrepâncias.

O projeto de gás natural demanda muitas responsabilidades em sua elaboração. Ser tratado com transparência pela empresa contratada, de modo a entender o passo a passo necessário, é uma forma de sentir-se mais seguro a respeito da sua escolha. E isso também vai se estender aos resultados. A tranquilidade de saber que você está fazendo o melhor pelos usuários do sistema e se empenhando em evitar acidentes fará com que as outras nuances de administrar uma empresa ou condomínio fluam de forma mais leve.

Se você está a procura de uma empresa séria para realizar o seu projeto de gás natural, precisa conhecer a Engethink!

 

PRECISA DE UM PROJETO DE GÁS NATURAL- FALE COM A ENGETHINK!