Instagram

Instalação De Oxigênio: Conheça Os Principais Conceitos.

Instalação De Oxigênio: Conheça Os Principais Conceitos.

Por: Engethink - 01 de Julho de 2020

Leia sobre

Os gases medicinais estão presentes o tempo todo, na vida de profissionais de saúde e pacientes. É por isso que a instalação de oxigênio em hospital é um processo importante, que deve ser realizado por profissionais capacitados. Aliás, o oxigênio pode ser considerado um dos principais gases para a vida humana. Na área da saúde, ele é usado tanto para o funcionamento de algumas instalações quanto diretamente no paciente.

Por essa razão, a escolha da empresa que vai proceder com as instalações deve basear-se na qualidade dos seus serviços. Falhas no sistema podem levar à graves consequências, tanto para o hospital quanto para a vida dos pacientes. É por isso que um projeto bem elaborado nesse sentido se faz necessário.

Se você deseja entender melhor as questões relacionadas a instalação de oxigênio em hospital, continue lendo. Seguem mais informações sobre o assunto.

Imagem de Engethink

O que é e para que serve o oxigênio?

Podemos considerar que o gás oxigênio é um dos mais abundantes e importantes em nosso planeta. Trata-se de um gás inodoro, com temperatura basal ambiente. Dele depende a manutenção da vida de muitos seres vivos, já que é absorvido pelo corpo na respiração.

Ao longo da história, diversos experimentos foram realizados para descobrir novas formas de utilizá-lo em aplicações específicas. Hoje em dia, podemos considerar que ele é empregado em soldas de metais, na fabricação do metanol, no lançamento de foguetes, na composição química para sintetização de algumas substâncias e na área da saúde, como forma de enriquecer o ar puro.

De onde vem o oxigênio das tubulações?

Você já parou para pensar de onde vem a água que sai quando você abre a torneira? Embora você provavelmente saiba a resposta para esse questionamento, existe um outro que costuma ser mais complexo. De onde vem o oxigênio que passa por tubulações até chegar às instalações hospitalares? Afinal, se ele está presente na atmosfera, ao longo de todo o ar que respiramos, como explicar a sua canalização?

Podemos considerar que, em instalações hospitalares, ele vem de bombas, compressores e cilindros de alta pressão. Há hospitais que contam com um suprimento de oxigênio, proveniente de um tanque que armazena oxigênio líquido. Tal reservatório normalmente fica na área externa da construção e é importante que contenha suprimento suficiente até mesmo para suportar falhas no sistema principal de abastecimento do gás.

Como funciona a instalação de oxigênio em hospital?

Ao Ao longo da tubulação, o oxigênio flui através de tubos de cobre, que precisam ser soldados em uma atmosfera de nitrogênio. Em temperaturas normais, o oxigênio alcança fervura e, por isso, é importante que todo o sistema conte com um acompanhamento constante relacionado à temperatura e pressão, com direito a alarmes de detecção e válvulas de corte.

Aliás, tais válvulas devem ser alocadas de forma acessível, já que são de suma importância em caso de necessidade de interrupção do fluxo para determinadas salas, em razão de manutenção ou emergência. Entretanto, vale lembrar que somente pessoas autorizadas devem ter acesso aos controles do sistema.

Em sua fase final, o fluxo do gás é diretamente conectado a aparelhos de anestesia ou máscaras de respiração. Normalmente, suas saídas são identificadas pela cor verde, e só podem ser acopladas a aparelhos de oxigênio. É importante dar atenção especial à manutenção de todo o sistema, especialmente às tomadas de oxigênio presentes nas paredes, já que, devido à conexão e desconexão de contínua de equipamentos, são os itens que sofrem maior desgaste.

Quais os requisitos necessários para a instalação de oxigênio em hospital?

Assim como a maioria dos procedimentos relacionados à engenharia e saúde, a instalação de oxigênio em hospital precisa seguir a alguns protocolos e requisitos. Para você entender melhor, listamos abaixo algumas das premissas básicas desses sistemas.

Requisitos de armazenamento

  • Os recipientes de armazenamento não devem estar alocados próximos a drenos e fossas;
  • Os cilindros de oxigênio devem ser armazenados em local separado dos compressores de ar e vácuo, para evitar a contaminação por óleo;
  • Os cilindros devem ser mantidos em local seguro, limpo e protegido;
  • As normas e regulamentos nacionais que versam sobre o tema devem ser devidamente seguidos.

Requisitos de capacidade

  • A capacidade de um sistema de oxigênio deve se basear no uso estimado do suprimento e na periodicidade da entrega;
  • Os princípios de gerenciamento de risco devem ser levados em conta, quando da definição da localização e capacidade das fontes, bem como do número de cilindros cheios que devem ser mantidos.

Requisitos para revisão

  • A revisão da demanda deve ser realizada periodicamente, para não se correr o risco de o sistema tornar-se defasado, em face do aumento da necessidade de fornecimento do gás;
  • A gestão de fornecedores e profissionais de saúde envolvidos precisa ser constante para garantir o bom funcionamento do sistema.

Requisitos de alarme

  • É necessário manter o alarme ajustado no sentido de sinalizar baixas no nível de líquido em vasos criogênicos, mudanças de suprimentos primários para secundários, reserva abaixo da pressão mínima exigida e desvio em mais de 20% na pressão da tubulação;
  • O alarme deve ser visual e sonoro;
  • O sistema deve ser testado periodicamente, de acordo com instrução do fabricante;
  • O alarme precisa estar localizado em área de contínuo acompanhamento.

Qual a importância da escolha de uma empresa para instalar o sistema?

A escolha da empresa que realizará a instalação do sistema de tubulação para oxigênio é de extrema importância, já que se trata de algo complexo, que deve seguir devidamente as normas de saúde e segurança, estabelecidas na sua região. O fornecedor precisa garantir que o material utilizado no sistema é compatível com o uso em gases medicinais, mais especificamente o oxigênio. Além disso, os riscos inerentes ao funcionamento do sistema precisam ser abordados e mitigados.

A Engethink oferece tudo isso e muito mais ao seu Hospital. Com nossos profissionais altamente qualificados, podemos identificar suas reais necessidades e desenhar um sistema que vá ao encontro delas. Entendemos o grande compromisso que os estabelecimentos de saúde têm com a vida humana e também nos sentimos responsáveis nesse sentido.

Em termos gerais, a instalação de oxigênio em hospital deve seguir a protocolos específicos e, para isso, é necessário contar com um fornecedor que também trabalhe em conformidade com essas leis e normas.

Está a procura desse fornecedor? Então entre em contato conosco e conheça o nosso trabalho.

Imagem de Engethink